Manejo higiênico da carne bovina


O comércio varejista é o segmento da cadeia produtiva da carne que mais a manipula e também estabelece o contato direto com o consumidor final. Por isso o setor carrega a responsabilidade pela conservação, estocagem e distribuição final do produto. Hoje o segmento de varejo da carne é composto de duas formas, a convencional e a verticalizada. Na convencional e tradicional encontram-se os açougues, as casas de carne e os pequenos frigoríficos distribuidores. Na forma verticalizada entram os supermercados e hipermercados trabalhando em rede com frigoríficos fornecedores que por sua vez também trabalham em rede com os produtores e matadouros.


Área livre de focos de microorganismos patogênicos, ausência de lixo, objetos fora de uso, animais, insetos e roedores.

Portas e janelas: as portas devem ter superfície lisa, de fácil limpeza, ajustadas aos batentes, de material não absorvente, com fechamento automático (mola ou similar) e protetor contra roedores no rodapé. É recomendável que as entradas principais e os acessos às câmaras tenham cortinas de ar. Janelas com telas milimétricas limpas, sem falhas de revestimento e ajustadas aos batentes. As telas devem ter malha de 2 mm e ser de fácil limpeza e em bom estado de conservação. As janelas devem estar dispostas de modo a não permitir que os raios solares incidam diretamente sobre os alimentos ou equipamentos mais sensíveis à temperatura quente.

As áreas circundantes não deverão oferecer condições de proliferação de microorganismos, de insetos e roedores.

Saiba mais

#telametálicaproteçãojanela #terlajanelaportafrigorifico #telajanelaeportamatadouro #telajanelaportaabatedouro #telajanelaeportacarne #proteçãoinsetoscarne #anvisacarneproteção #telametálicaproteçãoinsetoseroedores

Destaque
Posts Recentes
Arquivo

Rua Pres. Roosevelt, 1352 - Bairro São Miguel, São Leopoldo - RS 93025-640
Contatos:  51 3592-1352      51 98408-1352 WhatsApp

  • Grey Twitter Icon