• Telas Muller

Fim do surto de febre amarela


Ministério da Saúde declarou o fim do surto de febre amarela. O último caso da doença foi registrado em junho, no Espírito Santo. Segundo a pasta, assim como as outras arboviroses – dengue, zika e chikungunya -, a prevalência da febre amarela é maior nos meses de calor, entre dezembro e abril, e, com o fim dessa sazonalidade, já havia a expectativa da redução do número de casos.


O Brasil enfrentou neste ano a pior epidemia de febre amarela da história. Até 1º de agosto, foram confirmados 777 casos e 271 óbitos pela doença. Para conter o avanço, o Ministério da Saúde intensificou a vacinação em 1.121 municípios nos estados de Minas Gerais, Rio, São Paulo, Espírito Santo e Bahia. Do total, no entanto, apenas 205 cidades estão com a cobertura vacinal acima de 95%, considerada a ideal. A média nos estados ainda é considerada baixa, em 60,3%. O ministro da Saúde afirmou ser necessário esforço para que os índices de população imunizada aumentem.

Fonte: Veja


Rua Pres. Roosevelt, 1352 - Bairro São Miguel, São Leopoldo - RS 93025-640
Contatos:  51 3592-1352      51 98408-1352 WhatsApp

  • Grey Twitter Icon